India Herbs
SOLUÇÕES ANTIGAS PARA OS TEMPOS MODERNOS
Title
Ayurveda Fórmula Aprovada para a Química do Sangue
INÍCIO
Ingredientes
Fito Perfil
Resultados
Ayurveda
FAQ
Depoimentos
Garantia
Compre Agora
Webmasters
Distributor
Newsletter
Video
Quem Somos
Fale Connosco

Chame-nos em +1-800-721-0650

  In English
  En Français
  In Italiano
  日本語
  En Español


100% Extratos

MÓDICO
APROVADO
Our Medical Board
Get a Consultation

Click to verify BBB accreditation and to see a BBB report.

See All Products

View our Product Catalog
Download the PDF Version

Visite também o nosso site para:
Anti Aging
Arthritis
Beauty
Brain Power
Cardiovascular
Cuidar Próstata
Desintoxicação
Excitação Feminina
Immune Support
Lover's Yoga
Mood Support
Perda de Peso
Potência Masculina
Sonífero
Strength
Virilidade Masculina
Yoga for Virility




Tell Your Friends!


AyurGold
Um Meio Natural Comprovado Para a Química do Sangue
Perguntas?
, Ligue +1-800-721-0650, ou Nos Escrevam!

AyurGold é um suplemento natural feito para otimizar a manutenção da química de seu sangue. Ele vai: 

ball Estabilizar os Níveis de Açúcar Presentes no Sangue.
ball Corrigir Desequilíbrios do Estresse.
ball Otimizar o Perfil de Lipídios.
ball Realinhar a Produção de Hormônios.
ball Fortificar as Suas Funções Corporais.
ball Melhorar a Saúde Como um Todo.
 
100% Extratos
Qualidade Testada e Aprovada Pela SGS 
110% de Garantia de Devolução do Dinheiro! 
 
Order AyurGold Now!
100% Natural - 100% Seguro

Experimente uma Fórmula Registrada Para Cuidados Cardiovasculares, Baseada na Ayurveda – o Mais Antigo e Abrangente Sistema Médico Que se tem Notícia.

AyurGold trata as causas subjacentes das Doenças do Sangue – não somente os simtomas!

Ver Produto Video

AyurGold contém os 15 mais potentes concentrados de ervas para o rejuvenescimento sanguíneo disponível na Ciência Ayurveda, apoiado por estudos clínicos. Quando usados de maneira correta e misturados dentro de nossos processos regsitrados, 279 fitonutrientes naturais executam 544 atividades sinergísticas em seu corpo para melhorar o metabolismo da glicose estimulando a atividade endócrina pela ativação de enzimas-chave e transporte de glicose.

AyurGold nutre e estimula o sistema endócrino, aliviando os efeitos debilitantes dos níveis elevados da glicose no seu sangue. Isso é conseguido por meio do estímulo das células endócrinas localizadas no pâncreas. Esse órgão contém as ilhotas de Langerhans, um grupo de células endócrinas responsáveis pela produção de insulina. As ervas de AyurGold aumentam a produção de glicose, aumentam o seu metabolismo e inibem a sua liberação a partir do fígado. AyurGold  estimula as ilhotas de Langerhans a gerar enzimas-chave responsáveis por regular o açúcar sanguíneo no corpo. Ele reverte perfis anormais de lipídios encontrados em pessoas com alto nível de açúcar no sangue, assim normalizando o metabolismo da glicose e controlando os níveis de açúcar. Juntamente com ervas que melhoram a circulação sanguínea, AyurGold trabalha de forma a melhorar a produção de moléculas-chave que te rejuvenescem e restauram o equilíbrio total do seu organismo.

Os ingredientes de AyurGold contêm uma mistura registrada que funciona em conjunto com o sistema endócrino que trabalha diretamente com seu sistema tendo um impacto positivo sobre os níveis hormonais e a normalização da química do sangue. Tome uma simples cápsula de AyurGold duas vezes ao dia para manter e intensificar esses efeitos em seu sistema cardiovascular ao longo do tempo. Para melhores resultados, tente incorporar as orientações de estilo de vida oferecida a você por meio de consulta médica com nossa equipe de médicos Ayurveda.

MÉDICOS E CIÊNCIA AYUVERDA CONCORDAM ...
AyurGold e Sua Fórmula Registrada Para Liimpeza do Sangue Apresenta Resultados Duradouros e Signficativos.

Desnecessária Receita Médica!

AyurGold é o resultado de:

ball 5,000 anos de sabedoria Ayuvérdica. 
ball Testes e pesquisas modernas.
ball Técnica inovadira de encapsulação.
ball Potência controlada em laboratório. 
ball Fórmula aprovada pelos medicos, cuidadosamente calibrada.

CLIQUE AQUI PARA PEDIR AYURGOLD AGORA MESMO

Seu Sistema Energético

Seu corpo é uma rede de trilhões de células. Uma das muitas funções celulares é produzir energia para a vida. Para cada célula para produzir energia, será necessário combustível na forma de glicose. A superfície de cada célula possui estações de colocação de insulina e de glicose. A insulina serve de chave que vai abrir os receptores da célula para que a glicose entre.

Existem outros veículos de transporte dentro da célula denominados transportadores de glicose (Glut). Estes transportadores carregam moléculas de glicose para a mitocondria (o “forno energético’ da célula), onde o organismo finalmente as usará para criar energia.

Como Começam Os Problemas

Quando carboidratos ou açúcares são absorvidos pelos intestinos depois de uma refeição e o nível de açúcar no sangue sobe, a insulina é secretada pelo pâncreas e circula pelo corpo. Quando esta se liga aos receptores celulares, as células absorvem glicose da corrente sanguínea para produzir energia e diminuir os níveis de açúcar no sangue. Quando o açúcar no sangue diminui, o pancreas secreta glucagon,que quebra o glicogênio no fígado, liberando mais glicose no sangue.

A secreção de insulina é controlada pelas concentrações de glicose na corrente sanguínea.

O índice Glicêmico é um sistema numérico que cria uma contagem da velocidade com que os alimentos com carboidrato se quebram em glicose e entram na corrente sanguínea. Historicamente, os humanos se fiaram nos carboidratos vindos de fontes naturais como frutas, vegetais, nozes, legumes e grãos que em geral têm um índice baixo, que levantam os níveis de açúcar no sangue moderadamente para manter apropriadamente sua energia por muitas horas.

Recentemente, com o advento de conservantes e sabores artificiais, a indústria alimentícia conseguiu produzir comidas processadas saborosas com um maior tempo de prateleira. Infelizmente, muitos desses alimentos populares (pão branco, salgadinhos, batatas, biscoitos, bolos, refrigerantes)têm um índice glicêmico elevado, que levam os níveis de açúcar no sangue a subirem rapidamente. Quando isso acontece, os níveis chegam ao topo num curto espaço de tempo , para então baixar de uma vez, para abaixo dos níveis normais. Já que o cérebro opera no açúcar no sangue, induz a excessos num curto espaço de tempo para forçar você a comer mais e elevar o açúcar no sangue mais uma vez. Esse ciclo leva a continuidade da liberação de açúcar no sangue e a abuso de insulina durante o dia e à supressão de glucagon.

Além disso, subidas rápidas do açúcar no sangue causam inflamações significativas na cobertura dos vasos arteriais. Quando estas inflamaçoes se espalham até os capilares (as menores artérias) dos músculos, os vasos tendem a se fecharem e se espessarem. Isso cria uma barreira física dificultando que a insuina na corrente sanguínea passe e permita que o açúcar chegue às células. Isso é o começo da resistência a insulina, o que significa que o corpo vai se tornando menos sensível a insulina.

Síndrome Metabólica

Quando deixada sem tratamento, a resistência a insulina leva por fim a síndrome metabólica, que é quando os níveis de insulina no sangue sobem para além do sustentável, provocando doenças crônicas como: obesidade, diabete, doenças cardíacas, pressão alta e derrame.

Acredita-se que nos EUA existam cerca de 47 milhões de adultos com Síndrome Metabólica e essa quantidade aumenta significativamente. Ela, porém, não ocorre do dia para a noite. Ela vem depois de anos e anos fazendo más escolhas de dieta. Você está em riscos de desenvolver síndrome metabólica se

  • Você é mais velho. O risco de sofrer da Síndrome Metabólica é de 20% aos 40anos, 35% aos 50 e 45% dos 60 anos em diante.
  • Você tem uma predispsição maior a interrupções e inflamações no sangue.Ambos são comuns em pessoas com Síndrome Metabólica. Seu médico pode executar testes sanguíneos para descobrir se você corre risco.
  • Você tem outras doenças,como gordura no fígado, pedras na vesícula, e lipodistrofisa (que afeta a distribuição de gordura).
  • Acontece em sua família. Se você tem pais ou outros parentes em primeiro grau com diabetes, você corre maior risco.
  • Você é homem, e sua cintura mede mais que 88cm. Você é mulher, e sua cintura mede acima de 79cm.
  • Você é sul-asiático. Sul Asiáticos correm um maior risco de sofrer resistência a insulina e Sindrome Metabólica.

A bos notícia é que a síndrome metabólica não é uma condição genética e é totalmente prevenível se você for completamente fiel à causa de fazer as melhores escolhas na sua dieta. A primeira decisão consciente que você precisa fazer é reverter a resistência à insulina com uma dieta e estilo de vida saudáveis. Tenha consciência de quais são os alimentos com alto e baixo níveis glicêmicos, e planeje suas refeições de acordo. Mesmo se você for diabético, você ainda pode reverter os danos e continuar a viver uma vida ativa.

Diabete

Quando deixada sem tratamento, a resistência à insulina tem como resultado comum, o diabete. As estatísticas confirmam uma epidemia em formação.Nos EUA, 18,2 milhões de pessoas ou 6,3% da população estima-se que tenham diabete, uma condição séria e para a vida toda. Destes, 13 milhões já foram diagnosticados e cerca de 5,2 milhões ainda não têm diagnóstico. A cada ano, cerca de 1,3 milhão de pessoas com 20 anos ou mais são diagnosticadas com diabete. A do tipo adulto (tipo II), principalmente associada com o excesso de peso, fez 2% de novos casos em crianças e adolescentes entre 9 e 19 em 1980. Em 2000, a diabete tipo II atingiu um impressionante total de 30-50% de novos casos sendo diagnosticados no mesmo grupo etário!

A diabete causa mais de 170 mil mortes por ano apenas nos EUA. De acordo com o World Diabetics Foundation, a prevalência de diabéticos alcançou proporções epidêmicas. A Organização Mundial de Saúde prevê nos países em desenvcolvimento carregarão a carga desta epidemia do século XXI, com 80% de todos os novos casos esperados para surgir nessas nações em 2025. Hoje em dia, a diabete atinge mais do que 230 milhões de pessoas em todo o mundo, ou quase 6% da população adulta. Estima-se que a quantidade de pessoas que sofrem de diabetes aumentará para 350 milhões, caso não se tomem providências.

Medicina Ocidental

Para tratar de problemas relacionados com a resistência à insulina, síndrome metabólica e diabetes, a medicina ocidental depende de drogas agressivas e caras sob prescrição e cirurgias de preços proibitivos. Tais métodos em geral só dizem respeito aos sintomas da doença e não às causas subjacentes. Tão logo você pare de tomar a droga, os problemas voltam! E esses remédios tomados sob prescrição quase sempre causam efeitos colaterais indesejados e até mesmo perigosos.

As opções de tratamento medicamentoso são muitas: alfa-bloqueadores  (como Capoten, e Vasotec), inibidores de conversão da enzima angiotensina (como Cozaar e Diovan), diuréticos,drogas antiarritmia, anticoagulantes, antiplaquetas, trombolíticos, beta-bloqueadores, estatinas (como Crestor, Lescol, Lipitor, Mevacor, Pravachol e Zocor), niacinas (como Niacor, Niaspan e Nicolar) resinas de ácidos biliares (como Colestid e Questran), Zetia, Glucophage, Actos e Avandia.

Em geral, assim que o tratamento medicamentoso começa, recomenda-se que dure o resto da vida e também envolve uma série de drogas. Os efeitos colaterais incluem dor abdominal, alteração de testes de função hepática, acanthosis nigricans, machucados acidentais, reações alérgicas, alopecia (queda de cabelo), anafilaxia, anemia, anemia e esquimose , dor peitoral, angiodema, anosmia (perda do olfato), ansiedade, artralgia, artrite, perda de ânimo,asma, ataxia, fibrilação atrial, fibrilação atrial e outras arritmias caredíacas, dor nas costas, visão embaçada, bronquite, broncoespasmo, penfigo bolhoso, parada cardíaca, parada cardíaca causando obstrução nas vias aéreas e/ ou inchaço na face, acidente/ insuficiência cerebral vascular, alterações em unhas e cabelos, dor torácica, calafrios, colestase, icterícea colestatica, cirrose, confusão, conjutivite, prisão de ventre, aumento da tosse, edema macular cistóide, diminução da tolerância à glicose, depressão, diabetes mellitus, diaforese (transpiração excessiva), diarréia, despigmentação, tonturas, anormalidade nos sonhos, tosse seca, olhos secos, boca seca, pele seca, secura de membranas e mucosas, disestesia (falta de sensibilidade no tato e na dor), disfunção de certos nervos craniais, diminuição do paladar, enxaquecas, aumento nos níveis de fosfatase alcalina, bilirubin, glutamil transpeptitase e transaminases, eosinofilia, pneumotite eosinofilica, disfunção erétil, eritema multiforme (distúrbio da pele) , aumento do ESR, dermatites, paralisia facial, mudança na gordura hepática, febre, dor nos flancos, flatulência, rubor, necrose hepática fulminante, gastrite, gastroenterite, glossite (inflamação da língua), gota, ginecomastia, dor de cabeça, anemia hemolítica, falência do fígado, hepatite, hepatoma, hiperuricemia, hiponatremia, hipotensão, ileus, imparidade dos movimentos extra-oculares, impotência, infecção, insônia, icterícia, leucopenia (diminuição de plaquetas), perda da libido, lupus, melena, perda de memória, vermelhidão cutânea severa, câimbras musculares, mialgia, miastemia, infarto do miocárdio ou acidente cerebrovascular, miopatia, dor no pescoço, nervosismo, nevralgia, neutropenia (diminuição de neutrófitos), nódulos, oftalmoplegia (paralisia dos músculos oculares), orthostasis, hipotensão ortostática, dor, palpitações, pancreatite, parestesia, fratura patológica, dor pélvica, pemphigus, ulceração péptica, abcesso periodontal, edema periférico, paralisia do nervo periférico, neuropatia periférica, fotosensibilidade, pneumonia, polimialgia reumática, lupus, avanço da catarata, pruridos, distúrbios físicos, edema pumonar, embolisa e infarto pulmonar, infiltrações pulmonares, purpura, rash, fenômeno de Raynaud, disfunção renal, insuficiência renal, rabdomiólise, rinite, rinorréia, distúrbios rítmicos incluindo taquicardia atrial e bradicardia, sonolência, garganta inflamada, pigarro, síndrome de Stevens-johnson, estomatite, hiponatremia sintomática, síncope, alteração no gosto, olhos lacrimejantes, trombocitopenia e depressão da medula óssea, anomalias nas funções da tireóide, zumbido, ambliopia, necrolise epidérmica toxica, tremor, infecção respiratória superior, urticária, vasculite, vasodilatação, tontura e vômitos

Introduzir potentes químicos sintéticos no corpo traz ramificações sérias na sua saúde a longo prazo. Existe uma impressionante série de drogas com mais efeitos colaterais do que as doenças ou problemas que elas prometem tratar.

Medicina Ayurvédica

Ayurveda, a ciência da vida, da prevenção e da longevidade, é o mais antigo e holístico sistema médico abrangente disponível. Seus fundamentos podem ser encontrados em escrituras do hinduísmo denominadas Vedas – os antigos livros indianos da sabedoria escritos há nais de cinco mil anos. Ayurveda usa os princípios inerentes e naturais que ajudam a manter a saúde de uma pessoa por meio da manutenção do corpo, mente e espírito do indivíduo em perfeito equilíbrio com a natureza.

India Herbs possui um grupo treinado de médicos Ayurveda conhecedores de Kaya Chikitsa, uma das oito especialidades dessa ciência que lida com Medicina Interna. É o ramo da Ayurveda que oferece terapias para a purificação e a desintoxicação. Kaya Chikitsa vai fundo na definição da principal causa de uma doença e precreve o uso terapêutico de vários remédios à base de ervas e tratamentos holísticos que melhoram as capacidades cardiovasculares, além de fortalecer o corpo e levar ao bem-estar geral.

Os medicos Kaya Chikitsa da India Herbs combinam uma fórmula de ervas registrada baseada na velha sabedoria de séculos com aconselhamento sobre o que comer, exercícios, treinamento mental e relaxamento ajudando as pessoas a alcançarem o máximo em saúde cardiovascular e ultrapassar as suas preocupações com saúde através de meios seguros e naturais.

Recomendações

Pode-se otimizar a saúde cardiovascular a longo prazo por meio de:

1) Reversão do Dano – Anos de consumo de alimentos com alta taxa glicêmica e contínua liberação de insulina na corrente sanguínea causaram danos ao seu organismo. Causando certo nível de resistência à insulina. Para ajudar a reverter isso, AyurGold libera centenas de fitonutrientes que agem no nível molecular para estimular as células endócrinas encontradas no pâncreas, estimular as ilhotas de Langerhans a gerar enzimas chave responsáveis por regular o nível de açúcar no organismo, aumentar o uso da glicose, aumentar seu metabolismo, inibir a liberação de glicose pelo fígado, reverter perfis de lipídio anormais encontrados em pessoas com alta taxa de açúcar no sangue, e ajudar a melhorar a circulação sanguínea para restaurar o balanço e harmonia naturais de seu corpo. 

2) Beber Água Regularmente – Beba pelo menos de 8 a 10 copos de água por dia para evitar a desidratação e ajudar a liberar os acúmulos de gordura para serem queimados na forma de energia.

3) Comer de 5 a 6 Pequenas Refeições Por Dia – Aumentar o consumo de comida melhora a absorção de nutrientes, minimiza as variações do nível de açúcar no sangue e diminui a quantidade de hormônios e enzimas que acumulam gordura.

4) Carboidratos – Consuma carboidratos com níveis glicêmicos baixo e moderado em todas as refeições. Todas as dietas de indice glicêmico baixo são baseadas no mesmo princípio: balancear o açúcr no sangue. Os alimentos que são restritos nestas dietas são aqueles que causam a elevação do açúcar e da insulina de forma rápida, como sobremesas e açúcares refinados. Isto resulta em mais comida sendo convertida em gordura. Alguns alimentos normalmente considerados saudáveis têm, na verdade, um alto índice glicêmico: frutas secas, melancia, banana, passas, massas, arroz branco, flocos de arroz, cuscuz, arroz instantâneo, pão branco, pão integral, centeio e cereais populares (Raisin Bran, Sucrilhos, CornFlakes, e similares).

5) Proteina- Consuma proteina magra regularmente em suas refeições, para aumentar seus hormônios anabólicos e prevenir a perda de massa magra. Boas fontes de proteínas são: frango sem pele, salmão, atum, sardinha, queijo cottage com pouca gordura, ovos brancos e peito de peru. Evite embutidos, leite integral, carne moída, queijo, bacon, costeletas de porco e iogurte.

6) Aumente o Consumo de Fibra – Vegetais fibrosos como brócolis, couve-flor, pimentas e cenouras, e outros vegerais crus, assim como arroz integral e cereais aceleram o tempo de trânsito dos alimentos no organismo, melhoram a digestão e aumentam a perda de peso. Eles também adicionam volume à dieta, o que reduz o apetite.

7) Reduza Gorduras Saturadas e as Substitua com Gorduras Poliinsaturadas (PUFAs, em inglês) – Limite a manteiga, carne vermelha, queijo, maionese, nozes macadamia, manteiga de amendoim e sementes de girassol. Evite margarina, alimentos com os dizeres “parcialmente hidrogenado” no rótulo, óleos vegetais processados e alimentos fritos. Consuma regularmente óleo de linhaça, óleos vegetais não-processados, salmão, azeite de oliva, castanhas, óleo de amendoim, abacate, amêndoas, e óleo de peixe.

8) Aeróbica – Praticar de 40 a 60 minutos de exercícios aeróbicos (jogging, caminhada rápida, natação, ciclismo) em dias alternados de treino de força  ajudarão a queimar gordura e calorias, aumentar a resistência física, fortalecer coração e pulmão, ajudar a controlar o nivel de lipídios no sangue e a pressão sanguínea, aumentar a sensibilidade à insulina e melhorar a energia e habilidade de lidar com o estresse. Como exercícios aeróbicos feitos com o estômago vazio dependem da gordura para transformá-la em energia, a manhã é ideal para tais exercícios. O nível de intensidade deve estar dentro de sua faixa alvo de frequência cardíaca. Isto significa de 60% a 85% da frequência cardíaca máxima (você sente que o exercício é um pouco puxado quando se sente cansado, mas pode continuar pelo período de 40 a 60 minutos).

9) Treinamento de Força  (anaeróbico) – Mais massa muscular significa uma taxa metabólica mais duradoura e mais calorias queimadas. O treinamento de força de 3 a 4 dias por semana (menos de uma hora por sessão, com períodos de descanso de 30 a 60 segundos entre as séries) garantirão maiores níveis de hormônios para o crescimento muscular (anabólicos) e minimizarão os hormônios que causam a perda muscular (catabólicos). Trabalhe cada parte do corpo uma vez por semana (peitoral e costas no 1o dia, pernas no 3o dia, ombros e braços no 5o dia).

10) Multivitaminas – Um suplemento multivitamínico/ mineral é sempre aconselhável para maximizar o metabolismo, queimar a gordura e melhorar a saúde.

11) Consumo Moderado de Álcool – Beber muitas bebidas alcoólicas pode aumentar os níveis de triglicerídeos no sangue, e causar pressão alta, insuficiência cardíaca, além de aumentar o consumo calórico (o que pode levar à obesidade e diabetes).

12) Relaxamento – Quando você está estressado, você fica mais suscetível a quebrar os bons hábitos como comer comidas saudáveis e se exercitar regularmente. Mantenha uma aparência relaxada priorizando tarefas, impondo limites, dormindo bem, e acalmando sua alma por meio de meditação, hobbies e de tempo gasto com as pessoas que ama.

Resultados: A combinação exata de ingredientes em AyurGold, juntamente com o foco no corpo e na mente resolve seus problemas com a química do sangue!


Could not connect to Host